Conheça seis animais exóticos para ter em casa.

animais exóticos para ter em casa

Cães, gatos, peixes e pássaros não são os únicos tipos de animais que podemos ter em casa. Hoje você irá conhecer seis animais exóticos para ter em casa, veja se algum desses bichinhos chama a sua atenção.

Mas lembre-se que sempre que você for comprar um animal, é importante ter certeza de que o fornecedor tem autorização do órgão de fiscalização para comercializá-lo. Caso contrário, é contra a leite

Fique agora com os seis animais exóticos para ter em casa

Hamster é o primeiro da lista de animais exóticos para ter em casa

Primeiramente, vamos falar dos Hamsters, que são roedores muito requisitados como animais de estimação, seja por seu comportamento sociável ou pela sua aparência extremamente fofa. 

Existem algumas espécies de hamster domesticáveis e a maior delas, o hamster-sírio, pode medir até 20 cm e pesar 140 gramas. 

Comparados com cães e gatos, esses pequenos animais vivem pouco: entre 18 meses e 3 anos, às vezes um pouquinhos mais.

Uma característica marcante dos Hamsters são as suas bochechas enormes, elas funcionam como grandes bolsas que permitem ao animal armazenar alimentos. Na natureza, os hamsters usam essas bolsas para levar os alimentos coletados até a sua toca.

Porquinho-da-índia

Porquinhos-da-índia são roedores pequenos, mas ainda assim são bem maiores do que os hamsters. Um adulto pode atingir 50 centímetros de comprimento, 13 cm de altura e pesar até 1 kg. Além de maiores, eles vivem mais do que os hamsters: entre 6 e 8 anos.

Existem cerca de 13 raças de porquinhos-da-índia, que podem ser encontrados em diversas cores, como por exemplo marrom, o preto e o creme. 

São animais bastante sociais e ativos, inclusive durante o dia (diferente dos hamsters que de noite são um pouco mais ativos.

Coelho

Os coelhos são bem fofos, com pelos longos, orelhas compridas e os dentinhos da frente avantajados. São animais dóceis e um pouco tímidos, às vezes assustados.

Coelhos são extremamente velozes, podendo ultrapassar até os 50 km/h com facilidade. Por isso, se você tiver ou quiser ter um coelho em casa, é preciso ter atenção às fugas desses animais. É impossível alcançar um coelhinho em disparada.

Eles variam muito em relação à cor (como por exemplo marrom, cinza, branco etc) e tamanho. Têm entre 1 e 7 kg, dependendo da raça. Se bem cuidados, podem viver entre 8 e 12 longos anos.

Tartaruga-tigre-d’água

Essa espécie de cágado vive em ambientes de água doce, como rios, lagoas e pântanos da Argentina, do Uruguai e também do Brasil. 

Por causa da coloração das manchas em seu corpo, é também conhecida como tartaruga-verde-e-amarela. 

Já na fase adulta, como resultado a tartaruga pode atingir 25 cm de comprimento e é um animal onívoro (come alimentos tanto de origem vegetal quanto animal) e pode viver até 30 anos.

Jabuti-piranga

Diferente dos cágados, que são semi-aquáticos, os jabutis são animais totalmente terrestres. Também conhecido como jabuti-vermelho, o jabuti-piranga é um animal muito ativo (apesar da sua grande lentidão), podendo até mesmo caminhar durante horas em um único dia. Um indivíduo grande pode chegar aos 55 centímetros de comprimento.

Nativo da América do Sul, o jabuti-piranga ocorre em diversos biomas brasileiros, como por exemplo a Mata Atlântica e a Amazônia. 

Lembre-se que antes de adquirir um jabuti, é preciso estar atento a algumas informações importantes.

Por fim, outra curiosidade do Jabuti-piranga é que ele pode viver até os 80 anos de idade.

Furão é o último da lista de animais exóticos para ter em casa

Por fim da lista, o Mustela putorius furo, espécie de furão usada como animal de estimação, tem como característica o seu corpo fino e bem alongado, onde os machos, que são maiores, têm entre 38 e 41 centímetros de comprimento (sem a cauda) e se forem bem cuidados, podem viver de 6 a 10 anos.

Além de serem animais muito afetuosos e curiosos, têm uma grande reserva de energia para gastar. Por isso, ter um furão em sua casa requer que você tenha muita dedicação para fazer o bichinho se exercitar.

 

Deixe um comentário